sexta-feira, 25 de julho de 2014

SEU RELACIONAMENTO CONJUGAL REFLETE DE QUE FORMA NA VIDA DOS SEUS FILHOS?






A Bíblia ensina que a mulher deve ser a pessoa mais importante para o marido e, da mesma forma, o marido deve ser o mais importante para a sua mulher. Porém, o que acontece hoje com frequência, é que as necessidades emocionais, que deveriam ser supridas pelo cônjuge, não o são. Então os pais buscam suporte emocional nos filhos...
O problema é que os filhos não foram feitos para isso! Eles não devem servir como compensação para um relacionamento frio e desinteressado. Os filhos são a coroação do amor conjugal. Se o marido amar a esposa mais do que tudo e vice-versa, os filhos se sentirão mais confiantes. Eles terão segurança de que os pais se amam de todo o coração e saberão que o lar é um local de paz, harmonia e segurança. Com isso, esse modelo será reproduzido nas futuras gerações da família.
Que em sua união possa haver este objetivo: avançar sempre - um em favor do outro, um valorizando o outro... Nenhuma dificuldade tem o poder de deter o casal que anda assim, pois entendem que nada é maior do que a sua história e o seu amor.
Este é o caminho que Deus tem para cada casamento: prosseguir em amor. Isso fará bem para bem para o casal e para os filhos!

Bem colocou o pastor Antônio Júnior. O relacionamento conjugal reflete na vida dos filhos. Os filhos que vêem constantemente os pais brigando tornam-se inseguros, ao contrário dos filhos que vêem seus pais "brincando". Estes vibram de alegria! Que tipo de filhos estamos construindo?

quarta-feira, 23 de julho de 2014

TESTEMUNHO DE CASAMENTO RESTAURADO


Abaixo compartilho com os leitores o testemunho de um irmão que pediu para não ser identificado. É Deus mais uma vez trazendo renovo e esperança aonde parece não mais haver solução. Ele pode todas as coisas. Sempre!

Como Deus restaurou meu casamento

Meus queridos irmãos, decidi escrever meu testemunho e compartilha-lo com quem passar ou esteja passando pelas mesmas dificuldades que eu passei e peço a Deus que isto fale por demais ao seu coração, pois se Deus te trouxe a ler meu testemunho, é porque isto é uma resposta para você! Eu me casei com uma moça com quem amo demais, namorei uns 3 anos e me casei, porém tivemos muitos desentendimentos no casamento até que com 1 ano e 8 meses minha esposa me deixou, nós não brigávamos por alguma coisa realmente importante mas apenas não conseguíamos mais falar a mesma linguagem, brigávamos pela forma que um fazia café, pela forma que outro arrumava ou deixava de arrumar a casa, as vezes isto é bem comum, falamos a mesma linguagem no namoro, mas no casamento temos dificuldades com isto, nos últimos 3  meses juntos nossos corações estavam duros e deixamos praticamente de nos falar, porém devo assumir este demérito, ela até tentou algumas vezes, mas eu não queria, estava magoado demais, eu esperava coisas dela que não tinha e ela coisas de mim, naquela época embora ambos estivéssemos na igreja muito bem, pois ela cresceu na igreja e eu estava com 14 anos de convertido nosso coração não estava completamente lá, Deus era muito importante  mais não não estava no centro de nossas vida, acho que de certa forma estávamos vivendo a vida de nosso jeito e pedindo algumas benção de Deus, mais o fato é que ele "não tinha controle total de nossas vidas" pois nós não deixávamos faze-lo. Quando ela foi embora saiu e disse que iria para a casa da mãe, eu achei que fosse algo temporário pois não era primeira vez que fazia isto, porém daí começou um grande período de sofrimento e angustia para mim. Ela mudou o telefone e não falou mais comigo, simplesmente decidiu por si só acabar ali, eu liguei para a mãe dela que trabalhava com casais e Deus a abençoou sendo benção na restauração de muitas famílias, porém a mãe dela me disse "perdeu" no telefone, minha esposa só falava comigo por email e me disse coisas como "eu não quero, não insiste, não quero e ponto final", daí em diante eu tinha 2 opções, ou crer que Deus poderia concertar qualquer coisa que esta quebrada, não importando o quanto uma coisa está quebrada ou enlouquecer, escolhi a primeira opção e comecei a orar e jejuar pedindo a Deus que fizesse um milagre acontecer, ainda no primeiro mês ela voltava em casa para pegar algumas coisas no período em que eu não estava lá, sempre que eu chegava em casa tinha alguma coisa a menos, era como perder um pedaço de mim todos os dias, eu nunca sabia o que encontraria no lugar quando voltava do trabalho, era tanta dor que eu não sabia nem como lidar com isto, mas mesmo assim entendi que não adiantaria ficar perseguindo ela e a deixei ir, crendo que Deus a traria de volta pelas forças dele não as minhas, um dia cheguei em casa e não tinha mas nada, nem móvel, nem lampada, ventilador de teto, as compras que tinha feito no dia anterior, sobrou praticamente nada, eu entrei na cozinha de casa e quando falava ouvia o eco da minha voz, eu sentei no chão e orei, "Deus, o que o que vou fazer?", era muita angustia e sofrimento e a coisa mais dolorosa é saber que eu estava colhendo o que plantei, é verdade que sempre fui fiel a minha esposa, porém foi grosseiro e insensível muitas das vezes, sei bem quem fui e disse para Deus "Pai, eu sei que tudo isto é justo, pois estou colhendo o que plantei, mais tenha misericórdia de mim" eu passei os 3 primeiros meses muito mal, levei 2 meses para conseguir jogar vídeo game (algo que me dava muito prazer), mas não conseguia ficar em casa sem chorar numa profunda angustia, tive de comprar os móveis todos outra vez, aprendi a cozinhar, pois embora minha mãe tenha me ajudado no primeiro mês, entendi que isto não era mais a responsabilidade dela, pois tinha 30 anos (hoje 31), quando fez 4 meses eu fui a traz dela, um dia eu estava subindo a rua da minha casa e o Espírito Santo disse para mim  "vá a casa dela", eu quando me dei conta estava chegando na portaria do prédio e ela chegando do outro lado, quase que como combinado, tentei conversar com ela mais ela me deixou no meio da conversa, depois daí não falei mais com ela, passou alguma tempo e recebi uma visita de um oficial de justiça, estava sofrendo uma ação de divórcio, e uma coisa dolorosa é que ela nunca tinha me dito porque foi embora, eu sabia que tinha sido uma marido ruim, mais pensava "somos servos de Deus, fizemos uma promessa diante de Deus, eu me casei com uma moça crente, não outra, dizia eu", eu clamava (uma oração de profunda angustia quando um coração completamente quebrado chamando pelo seu Pai celestial) todos os dias, passei a jejuar a toda a sexta-feita (salvo 1 vez por mês para eu não me acostumar), eu ficava 24h sem comer, também fazia "jejuns mensais", peguei as coisas que eram mais importantes para mim e dei para Deus, fiquei 1 mês sem acessar o facebook, 1 mês sem usar o cartão de credito, 1 mês sem falar mal de ninguém e outras coisas que Deus colocou no meu coração, uma vez estive tão angustiado que fui buscar ao Senhor na madrugada, fui até o quintal e comecei a orar, olhei para o céu, comecei as 00:00 e parei as 04:00 clamando até meus argumentos acabarem, ai eu disse "Deus, meus argumentos acabaram, não sei mais o que te dizer, faça-se a sua vontade". Algumas vezes eu perdia a fé e orei uma vez "Pai, eu não tenho fé para crer nisto, mas sei que o Senhor pode me dar, perdoa minha falta de fé e me ajude a confiar completamente no Senhor", quando fez 11 meses de separado e conheci uma moça que se interessou por mim, era uma moça muito séria e eu vivi um grande dilema se deviria namora-la, afinal de contas será que o casamento realmente não tinha acabado e só eu não queria aceitar isto? Será que eu não estarei me agarrando a destroços de um barco afundado e me recusando a seguir em frente? Eu orei e perguntei a Deus se deveria namorar aquela moça, depois de uma semana aflito Deus falou comigo numa madrugada que eu tinha uma escolha a fazer, porém eu me lembrei que fiz uma promessa no altar diante do Senhor e decidi crer que ele poderia consertar qualquer coisa que esteja quebrada, eu disse não para aquela possibilidade. Uma coisa interessante é que Deus nunca me disse que iria concertar nada, ele me usou e falou comigo de forma poderosa em outras área e na vida de outras pessoas, pessoas mais quebradas do que eu me procuraram para que eu cuidasse dela, porém quando estava para fazer um ano eu já estava desistindo disso, ainda tinha esperança, mas isto já não era mais tão importante, sei que as vezes Deus diz não e se ele faz isto sabe o porque faz, um dia eu estava sentado na minha sala a noite em caso e o Espírito Santo falou comigo "Você têm raiva", eu disse "Eu não Senhor", ele me disse "Você se sente abandonado e têm muita raiva dentro de si, você quer vingança, quer juízo, quer que ela pague por todo o mal que te fez" e umas coisas me vieram a mente e eu "rosnei" de raiva em casa sozinho, neste momento eu disse "Senhor você têm razão, tome minha raiva nas tuas mãos eu a dou ao Senhor, pois quero que o Senhor tenha toda a minha vida, não uma parte dela, eu levei muitos anos vivendo do meu jeito e pedindo para o Senhor me abençoar, mas eu quero viver do seu", após isto uma semana num domingo 5 amigos em comum me falaram dela, coisa que eu não sabia a muito tempo, ela começou a me mandar emails meio sem sentido e no dia que fez 1 ano me chamou para conversar, coisa que nunca aconteceu, ela "vomitou" sobre mim tudo que estava em seu coração, as vezes eu queria me defender mais o Espírito Santo me mandava calar a boca, passou 2 dias nos encontramos de novo e reatamos (Glória a Deus por isto!), eu tinha uma preocupação de amor acabar, a distância esfriar nossos corações, porém Jesus o aquece e nós estamos completamente apaixonados um pelo outro, já demos entrada no cancelamento do processo de divórcio e estamos muito felizes, as coisas ainda estão recentes e a restauração na verdade é um processo, a reconciliação é primeiro passos, temos muitos outros a dar, porém agora oramos e jejuamos juntos e deste vez não deixarei que Jesus saia do centro de nosso casamento. Glória a Deus que me ouviu quando clamei e respondeu-me no dia de minha angustia, ele ouviu as minhas orações, dou todo o crédito a ele pois jamais conseguiria perseverar sem ele, ele ouviu um coração completamente quebrado e têm feito com que seja muito melhor do que já foi. Eu disse para Deus se ele pudesse concertar a minha família eu não duvidarei que ele poderia concertar outras e que se ele me responde-se com a minha vitória eu nunca me esqueceria e lutaria por outras famílias, eu estou indo para o segundo semestre no seminário teológico e daqui a algum tempo chego no ministério pastoral, terei muita coisa para dizer do que Deus faz nas famílias para aqueles que ousam crer mesmo quando todas as coisas (e pessoas) dizem que não, mesmo quando ninguém mais acredita, quero deixar claro que minha esposa não queria mais, ela me disse que nem pensava mais nisso, mais que alguma coisa começou a mudar e ela começou a sentir falta e saudades de mim, ela defini isto como "Deus mudou meu coração", só eu queria o casamento, ela não, porém Deus é especialista em mudar corações, não depende de você ou a outra pessoa, depende de Deus. Espero que Deus tenha lhe falado de forma poderosa com estas palavras, muito mais tenho eu a dizer pois vivi muitas coisas, mais acredito que já ficou bem extenso, porém lhe desafio a crer que não há nada quebrado, não importante o quanto esteja quebrado que Deus não possa concertar, para a reflexão de todos:


Isaías 48.10   Eis que te purifiquei, mas não como a prata; provei-te na fornalha da aflição.

Deus quer a sua atenção, quer ser o primeiro na sua vida em tudo, por isto ele vai tratar você não como trata todos os outros (assim como a prata), você que lê isto, ele vai tratar você no sofrimento (na fornalha da aflição), porque ele vai te fazer crescer e se você deixar ele te quebrar vai leva-lo (a) a um lugar a outro nível de relacionamento com ele, entregue sua vida para ele, deixe que ele tenha você por inteiro e você vera o que ele é capaz de fazer!

Fiquem na paz!

terça-feira, 8 de julho de 2014

PORNOGRAFIA NA INTERNET: PRECISAMOS PROTEGER NOSSAS CRIANÇAS!








A todo momento estamos expostos à insinuações sensuais que aparecem diante de nós sem ao menos esperarmos, Isso não só em sites pornográficos, como também nas redes sociais, como  Facebook, Twitter, Whatsaap que também atrai muitos de nós para a pornografia. A Internet pode se transformar no vale da sombra da morte para os cristãos. A Bíblia nos dá um conselho em relação à tentação: Fuja, corra, dê o fora, foge, se manda! (2 Timóteo 2:2a).


Correr da tentação é o único modo de resistir ao diabo, ao mal (Tiago 4:7). Precisamos proteger nossas crianças!

QUEM DISSE QUE O BIQUÍNI TEM QUE SER PEQUENININHO?




Toda mulher, sendo ela casada, solteira, viúva, divorciada, enfim, toda e qualquer mulher deveria compreender que ser livre não é mostrar tudo, muito pelo contrário. Ser livre é NÃO PRECISAR MOSTRAR NADA e ser desejada e amada mesmo assim. Passar grande parte de nossas vidas querendo mostrar o nosso corpo, seja para homens, mulheres ou sociedade, é que se pode chamar de escravidão. Deus não nos chamou a isso.

É claro que a roupa e aparência não definem o coração e a índole de uma mulher, mas definem COMO (de que jeito) essa mulher QUER (deseja) ser vista pelos outros. A roupa diz muito de nossas "aparentes intenções" e, portanto, também através delas construímos uma imagem. Pense na forma  como os homens olham para as mulheres quase nuas em seus micro biquínis... Não devemos esquecer  que Deus em Sua Palavra nos fala sobre a importância de nos vestirmos com decência e modéstia. Portanto, cabe a cada mulher repensar os seus valores, os seus hábitos, a sua roupa, seja a de banho ou não. Afinal nem tudo que é lícito, convém.  É uma questão sobretudo de consciência. 

quarta-feira, 4 de junho de 2014

PRESENTEAR: UMA DAS LINGUAGENS DO AMOR



Uma das linguagens do amor é dar PRESENTES. A maioria de nós gosta de ganhar presentes. Se há alguém que não goste, eu não sei. Mas que há pessoas que se sentem muito amadas quando são presenteadas, isso há. Para a pessoa que se sente amada quando ganha presentes , o que importa é o significado do presente, que é a lembrança que uma pessoa teve da outra. Um presente é um objetivo tangível que comunica algo como “estou pensando (ou pensei) em você, e quero dar isto a você porque amo você. Desta forma dar um presente personalizado para seu cônjuge, seja no dia do aniversário, dia dos namorados, natal, dia das mães, dias dos pais, ou fora de qualquer data específica, é uma ótima alternativa.





O DIA DOS NAMORADOS  está chegando aí.Então que tal dar um presente diferente para o seu marido, esposa, namorado (a) ou noivo (a) e surpreende-lo (a)? Isso também faz parte do cultivo do amor. Fica a dica.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

CASAMENTO NÃO É MAGICA


O que  Deus uniu, não separe o homem... Bem, muita gente acha que o "não separe o homem"  diz respeito exclusivamente a alguém de fora. Uma terceira pessoa. Mas não. Essa pessoa é primordialmente você cônjuge que não deve levar seu casamento ao fim, à separação, deixando de cultivá-lo dia após dia. Casamento tem  que ter cultivo diário. Demanda investimento em vários âmbitos.

Não foi à toa que o apóstolo Paulo recomendou que quem estivesse solteiro não se cassasse. Porque demanda trabalho...Mas se a sua vocação, se a sua escolha foi se casar, saiba que você precisa investir no matrimônio. Casamento não é mágica. Depende muito de você, cônjuge empregar seus esforços para a manutenção e o bem-estar do mesmo. Você precisa cultivá-lo diariamente. Não é  a bênção do padre ou do pastor que dará a garantia que seu casamento dure  para sempre. Como se a bênção do ministro X ou Y, fosse uma espécie de passe mágico com poder de tornar o casamento indissolúvel. Não é assim. É preciso que cada um cuide para que essa relação seja estável e feliz..


DEPENDÊNCIA AFETIVA: SEQUESTRO DA SUBJETIVIDADE




https://www.youtube.com/watch?v=k-lTzoGlRqU